MST ocupa fazenda no norte de Minas

Cerca de 200 manifestantes ocupam área de 11,5 mil hectares em Jequitaí.
Um grupo de manifestantes do movimento dos sem-terra ocupou, quinta-feira (17), uma fazenda em Jequitaí, no norte de Minas. Segundo a organização do movimento, cerca de 200 integrantes ocupam a sede da Fazenda Correntes. Eles alegam que a área tem 11,5 mil hectares e é improdutiva. Ainda de acordo com os líderes do grupo, os trabalhadores teriam sido recebidos com tiros pelos funcionários da fazenda, que fugiram em seguida. Um encarregado da fazenda voltou para pegar documentos que foram esquecidos. Os sem-terra fizeram uma barreira, mas permitiram que um policial entrasse para pegar uma carteira e uma caminhonete. Depois de prestar depoimento, um funcionário disse que os manifestantes é que estavam armados. Os trabalhadores exigem a presença de representantes do Incra para negociar a desapropriação da área. A superintendente em exercício do Incra em Minas Gerais, Luci Rodrigues, informou que em 2004, uma vistoria foi feita na Fazenda Correntes e foi constatado que ela não era improdutiva. Ela disse também que nenhuma pauta de reivindicações foi enviada pelos trabalhadores sem-terra que ocupam a área, mas que espera o documento para analisar e discutir com os integrantes do movimento.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s