‘Nardoni e Anna Jatobá tinham o direito de falar’

O repórter Valmir Salaro, da Rede Globo, disse ontem terça-feira (22/04) que a entrevista exibida no último Fantástico, com o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, tinha o objetivo de dar o direito de os acusados apresentarem ao público sua versão do caso.
“Apenas a polícia e o Ministério Público estavam se manifestando. Não podemos repetir uma Escola Base”, afirmou o jornalista. Salaro se refere às acusações inverídicas, embarcadas pela mídia, contra quatro sócios e um casal de pais da Escola de Educação Infantil Base, em 1994, em São Paulo. As afirmações infundadas acabaram com a reputação dos proprietários e ex-funcionários da escola.
O inquérito policial sobre a morte de Isabella Nardoni, em 29/03, não foi concluído. A polícia, contudo, trabalha com a hipótese de envolvimento do casal.
Salaro conseguiu a exclusiva a partir do pai de Alexandre, o advogado Antonio Nardoni, e outros advogados de defesa. Segundo o jornalista, não se fez imposição alguma para que houvesse a entrevista, nem que se deixasse de realizar qualquer pergunta.
O jornalista, no entanto, disse que o objetivo da entrevista não era o de interrogar o casal. “A polícia já o fez”, afirmou. “Não estava em busca do furo, estava em busca da verdade. Da versão do casal”, completou Salaro.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s