Cacciola parou de rir

Preso em Bangu 8, o ex-banqueiro já teve os cabelos cortados na cadeia

Para preservar a família, o ex-banqueiro Salvatore Cacciola decidiu não ir à missa de Sétimo Dia da mãe, realizada na tarde de sexta-feira. No seu segundo dia no Presídio Petrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8, em Bangu, ele parece integrado ao sistema: teve os cabelos cortados e, assim como o restante dos detentos, já foi fotografado com o uniforme penitenciário, blusa branca e calça jeans.
“Ele está ótimo. A decisão de não ir à missa partiu dele. Amanhã, à tarde, vamos divulgar novidades sobre o caso”, afirmou o advogado do ex-banqueiro Alan Bousso. Na sexta-feira, Cacciola, teve um problema estomacal em seu segundo dia no Brasil e não almoçou a comida do presídio. Segundo o advogado, Carlos Eluf, o ex-banqueiro conseguiu comer apenas uma maçã.”
O Dia / Foto: Divulgação – Matéria Completa, ::Aqui::
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s