AIDS: ESSA PORRA MATA! Te cuida. Use camisinha!

1º de Dezembro – Dia Internacional de Luta contra a Aids
Com o slogan “Sexo não tem idade. Proteção também não”, o Ministério da Saúde lançou, na última quinta-feira, 25/11, em Brasília, a campanha para o Dia Mundial de Luta contra a Aids deste ano.
O foco da campanha são homens heterossexuais acima de 50 anos.
O Dia Mundial de Luta contra a Aids é 1º de dezembro e em todos os municípios do país estão programadas ações que irão ampliar o debate sobre assuntos ligados à relação sexual, como o uso do preservativo, além de oferecer dicas para melhorar o sexo depois dos 50.
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, através da Gerência Regional de Saúde de Montes Claros, disponibilizou aos municípios do Norte de Minas preservativos e material informativo sobre a prevenção, que serão utilizados na campanha.
Para atender ao Grupo de Apoio e Prevenção à Aids (GRAPPA), ao Movimento Gay das Gerais, com sede em Montes Claros, e para os profissionais do sexo da microrregional de Bocaiúva foram disponibilizadas 280 caixas de preservativos.
Os municípios da jurisdição da GRS-MOC estão preparando eventos como palestras, panfletagem e stands em locais públicos para distribuição de preservativos.

A Campanha
De acordo com o Ministério da Saúde, a escolha do público-alvo da campanha desse ano se deu, principalmente, porque a incidência de aids praticamente dobrou nessa população nos últimos dez anos (de 7,5% em 96 para 15,7% em 2006). Ao contrário do que muitos pensam as pessoas acima de 50 anos de idade têm uma vida sexualmente ativa, 73,1% fez sexo no último ano e apenas 22,3% usaram preservativo na última relação, diferentemente da população de 15 a 24 anos, onde 57,3% usaram na última relação.
Segundo o MS, esse público nunca foi alvo de campanhas e os números mostram o quanto é importante conscientizar essa faixa etária sobre o uso da camisinha.
No carnaval, a campanha terá as mulheres acima de 50 anos como público-alvo.

Dia Mundial
O dia 1º de dezembro foi transformado no Dia Mundial de Luta Contra a Aids pela Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). No Brasil, passou a ser adotado, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministro da Saúde. A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids.
O laço vermelho, símbolo da campanha, foi criado em 1991 pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de Nova York, que queria homenagear amigos e colegas mortos em decorrência da aids. O adereço foi escolhido pela sua associação ao sangue e à idéia de paixão e foi inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos da Guerra do Golfo.
O laço se tornou símbolo popular entre as celebridades nas cerimônias de entrega de prêmios e virou moda.

Jerusia Arruda / Assessoria de Comunicação Social da Gerência Regional de Saúde de Montes Claros – (38) 3221-5055 / 9904-3014
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s