A guerra dos estados

Tropa de Serra bombardeia tucano mineiro.
Milícia de Aécio responde com míssil de fabricação caseira.

No último sábado, os marginais quatrocentões do Tietê, proprietários do jornal O Estado de S. Paulo, convocaram seu editorialista Mauro Chaves para uma importante missão: detonar o governador tucano de Minas Gerais, Aécio Neves.
É que o neto de Tancredo tem sido um calhau nos sapatos do governador tucano paulista (Narizinho – como também é conhecido o mineiro – insiste em querer que o PSDB realize prévias para escolher o candidato à sucessão do Presidente Lula, e isso é tudo o que Serra não deseja).
O petardo disparado pelo ranger ribeirinho tinha o sugestivo título de “Pó pará, governador?”, numa alusão à suposta preferência de Aécio por certas substâncias furfuráceas.
O “artefato” paulista, na verdade, leva o jeito daquelas bombas de fragmentação, com efeitos colaterais, conforme você poderá conferir no post abaixo.
A resposta ao ataque veio ontem, terça-feira, e , curiosamente, partiu do quartel-general do jornalão Estado de Minas (para saber um pouco mais da pundonorosa imprensa mineira, clique aqui).
Coube ao franco-atirador Baptista Chagas de Almeida a tarefa de revidar ao ataque dos bandeirantes.
Para ler o traque mineiro, clique aqui e role a página até o subtítulo “Bobo da corte”.
Estaremos atentos ao desbobramento dessa briga entre sujos e mal lavados.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s