Indicação da boquinha põe fim nas investigações na Esurb

E Pode?
Um fiasco. Assim podemos resumir a tentativa do primeiro encontro público de rua, entre o prefeito ficha-suja (que é investigado pela Justiça e responde a vários processos, dentre eles, o sumiço do dinheiro que deveria ter sido empregado na construção do CESU – Centro de Ensino Supletivo -, mas que hoje se resume a meia dúzia de colunas de ferro, bem ao lado da atual sede da prefeitura), e o povo de Montes Claros.
As falhas evidentes de uma assessoria fraca, ficaram mais evidentes com o discurso frágil e cansativo durante a apresentação de alguns caminhões de lixo na porta da prefeitura.
É preciso sim, confirmar que pelo menos 100 pessoas estiveram presentes ao evento. Entre eles: 60 amarelinhos – contratados obrigados a ir, e que reclamavam pra dédeu –, os já 30 contratados de primeira hora e os demais, cerca de 10 pessoas, com as pastinhas nas costas aguardando o momento certo de dar o bote no prefeito para conseguir um “dim-dim” para o pagamento da conta de água e luz atrasadas. Alguém precisa avisar o ficha-suja que o mundo mudou. Não é como há 20 anos, que ficava atendendo as pessoas em seu gabinete e que através da demagogia conquistava votos, simpatizantes e até fãs.
O mundo mudou. Inventaram o telefone celular. Antes para localizar o secretário, era preciso ligar no Quintal, e pedir o garçom para chamá-lo. Inventaram a internet. E com ela, o e-mail, o blog e um tanto de coisa. A máquina digital. Notbook. Ipod (e não “e pode?”).
Montes Claros agora é um pólo educacional – apesar que, os universitários são meio burros ao acreditar nestes discursos populistas –.
Alguém precisa avisar o Tadeu que o mundo mudou. E não vai ser abraçando o mundo e todos os partidos que as coisas vão andar em Montes Claros.
Pelo contrário: discórdia e racha à vista. Como perguntar não ofende: porque os cinco caminhões de lixo apresentados na porta da prefeitura têm placas de Nova Lima? Porque o prefeito Tadeu em seu discurso disse que o arrendamento dos veículos será de cinco meses, sendo que sua assessoria de imprensa insiste em afirmar “que foram entregues à população na manhã desta sexta-feira, 06, pelo prefeito Luiz Tadeu Leite”… isso não é enganar?
Dar a impressão que comprou? E por último: a prefeitura pode alugar os caminhões de Nova Lima? Sob qual prerrogativa? Será que isso ninguém vê? Seria este o primeiro presente do Partido dos Trabalhadores (PT) ao PMDB uma vez que o chefe do executivo de Nova Lima é do PT? Quem articulou a maracutaia? Foi o líder do partido da boquinha para não investigar a Esurb? Pois é… na rua o povo deve estar acreditando, que os caminhões vieram verdadeiramente pra ficar. Gogó do bom.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s