PETISTAS DO NORTE QUEREM PATRUS GOVERNADOR

O Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, foi aclamado por centenas de militantes petistas e simpatizantes como o candidato a Governador do Partido dos Trabalhadores, em 2.010.
Patrus destacou que o partido precisa buscar a unidade política de forma clara, promovendo o debate fraterno das divergências em busca da convergência, sempre guiado por questões programáticas, avaliando os equívocos e não direcionado por personalidades políticas. Ele acredita que o PT tem plenas condições de eleger o próximo Governador de Minas com um projeto avançado e arrojado com propostas de mudanças profundas na sociedade mineira.
Após palestra, participaram do debate, o deputados federal do PT. Leonardo Monteiro, e os estaduais André Quintão, Carlos Gomes e Almir Paraca.
A coordenação do debates foi realizada pelo prefeito de Janaúba, José Benedito (PT). Vários militantes fizeram aparte no debate, afirmando ser um orgulho para o povo norte-mineiro ter um filho da região como Governador de Minas Gerais, especialmente com um perfil político de compromissos com o povo trabalhador.

Estanho no ninho

Todos concordam que o melhor da festa é esperar por ela, mesmo sabendo que em festa de galo (13) jacaré (15) não entra. Ainda que seja um peru de festa. Ligado ao grupo Pimentécio, Paulo Guedes, líder da boquinha em Montes Claros e uma das maiores traíras do Partido dos Trabalhadores, que trabalhou abertamente contra o PT em várias cidades do Norte de Minas, dentre elas, Varzelandia e Januária, apareceu de supetão depois de ficar escondido numa esquina aguardando o toque no celular, para chegar “coincidentemente” junto com o ministro. E já chegou falando besteira dizendo que foi o prefeito de Janaúba, Zé Benedito quem o convidou. Bené desmentiu. Depois de tantas asneiras ele saiu vaiado. O deputado André Quintão condenou sua aproximação com o governador Aécio Neves, enquanto Patrus Ananias alfinetou dizendo que o Palácio da Liberdade nunca abençoou nada em relação ao Partido dos Trabalhadores, numa alusão ao esdrúxulo acordo em BH, onde Fernando Pimentel, Virgílio Guimarães, Reginaldo Lopes, Paulo Guedes entre outros, entregaram de mão beijada o PT de Belo Horizonte para o governador Aécio Neves. Outro fato que chamou atenção no encontro foi à distribuição gratuita de jornais Super Notícias pelo deputado Weliton Prado, onde aparece numa matéria paga, reportagem destacando que a justiça proibiu a Copasa reajustar tarifas, baseado num requerimento do deputado Pimentécio.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s