Governo vai habilitar apenas 463 novas rádios comunitárias

O Ministério das Comunicações está anunciando que vai habilitar 463 novas emissoras de rádios comunitárias no Brasil inteiro, alegando que elas “são um instrumento de comunicação importante e necessário para a cidadania brasileira, principalmente no interior do País”, segundo declarou o ministro global Hélio Costa.
Mas este número é insuficiente para atender a demanda, que só em Minas, por exemplo, existem mais de 500 municípios sem a cobertura de nenhuma rádio comunitária.
Isso porque, a maioria esmagadora das verdadeiras rádios comunitárias são perseguidas de todas as formas pelo Ministério das Comunicações, através da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e da Polícia Federal, com o apoio e a mando da mídia burguesa nacional, que fazem, a um longo tempo, a campanha criminalizatória de que: “rádio comunitária é PIRATA”.
Como o pior ministro do governo Lula é candidato a qualquer coisa no ano que vem, ele precisa limpar sua barra. E nada melhor do que legitimar 463 novas emissoras de “rádios comunitárias”.
Ele sabe que é muito grande o benefício que uma rádio comunitária traz para a comunidade, para a sociedade e para a organização popular, porque ela dá mais força às reivindicações, sem falar da própria necessidade de ter um meio de comunicação que de fato represente a comunidade. É sem dúvida nenhuma, um instrumento de luta e de conquista de direitos, dando vez e voz às pessoas da comunidade que querem ser reconhecidas como sujeitos políticos e de transformação.
Apesar do Ministério do PMDB do governo Lula, ter fechado nos últimos anos mais de 20 mil rádios, processado mais de 5 mil pessoas e apreendido mais 130 milhões de reais em equipamentos neste Brasil afora, talvez para beneficiar os Marinhos, os Carneiros, os Tadeus, os Leites, os Paulinhos, os Narcisos, os Humbertos, os Soutos, Os Ruys, os Munizes… da vida, que controlam a mídia golpista RadioDIFUSÃO em cada canto deste país.
Há quem diga que grande parte das 463 outorgas já estão carimbadas, para laranjas dos parlamentares. Tomara que não seja verdade e que as rádios comunitárias sejam de fato, para as comunidades.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s