TRE deixa Athos e Sued inelegíveis

Enquanto o atual demagogo, ficha-suja e perseguidor prefeito de Montes Claros, que cometeu milhares de irregularidades, dentre elas a construção do prédio fantasma do CESU, continua “livre”, o TRE decidiu decretar a inelegibilidade, por três anos, de Athos Avelino e Sued Botelho, alegando que houve abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação social na campanha Athos/Sued, nas eleições de 2008, quando o ex-prefeito Athos Avelino participou de um evento religioso, voltado para os evangélicos, denominado Semana da Paz. Em conversa com este blogueiro, Athos afirmou que não existe inelegibilidade enquanto não houver transitado e julgado em todas as instâncias da justiça. “Acredito no poder judiciário e com certeza não serei punido por ter prestigiado um evento evangélico, denominado “Semana da Paz”. Manterei a consciência, ciente de que o administrador público não deve discriminar credos, independente da sua própria religião”. Comentou Athos Avelino.
Advertisements
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s