MEIO AMBIENTE DA AMAMS E MINISTÉRIO PÚBLICO INAUGURAM SALA E ANUNCIAM PGA

Fortalecimento dos municípios com a criação de uma política voltada para a preservação dos recursos naturais. É com este objetivo que tem trabalhado o Departamento de Meio Ambiente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e o Ministério Público do Estado, através da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente – Bacia do Rio São Francisco. Na manhã dessa segunda-feira 13, com a presença de prefeitos e lideranças, foi reinaugurado a nova sala para o Departamento do Meio Ambiente. Na oportunidade, o promotor de Justiça do Meio Ambiente – Bacia do rio São Francisco, Paulo César Vicente de Lima, enfatizou a parceria com a AMAMS, através do Programa de Gestão Ambiental (PGA), que já ajudou a criar 20 Conselhos Municipais de Conservação e Defesa do Meio Ambiente (Codema) e com a expectativa de criar outros 20 até o final deste ano. O PGA tem como finalidade o planejamento, implementação, desenvolvimento e aperfeiçoamento da gestão ambiental, apoiada em ações transversais de sustentabilidade social, educacional e jurídica. O presidente da AMAMS e prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá, destacou esta parceria com a Promotoria de Justiça e a união com os órgãos ligados ao meio ambiente, enfatizando a união e a educação da população para que ela conheça a lei, sabendo o que é crime, e o que não é. “O Departamento de Meio Ambiente da AMAMS em parceria com a Promotoria de Justiça é um fato importante porque vai ser um elo de ligação com os municípios”, assinalou o presidente Valmir Morais.

O promotor de Justiça do Meio Ambiente, Paulo César Vicente de Lima, elogiou a iniciativa da AMAMS e da nova visão que os prefeitos têm com a situação do meio ambiente. “Preservar o meio ambiente não é um problema regional ou estadual, mas mundial. Temos garantir hoje, uma melhor qualidade de vida para as futuras gerações. Por isso que destaco a importância do Programa de Gestão Ambiental que vai ajudar a criar uma sustentabilidade verdadeira, com foros permanentes”, destacou.
A partir desta parceria iniciada em 2008, com a AMAMS, o promotor Paulo César informou que já foram criados Conselhos Municipais de Conservação e Defesa do Meio Ambiente (Codema) em 20 cidades – Brasília de Minas, Bocaiúva, Capitão Enéas, Coração de Jesus, Espinosa, Francisco Sá, Guaraciama, Glaucilândia, Ibiracatu, Japonvar, Janaúba, Januária, Juramento, Lontra, Manga, Montalvânia, Monte Azul, Patís, Porteirinha, São João da Ponte, São Romão e Varzelândia, que estão apresentando os resultados necessários, conscientizando a comunidade sobre as questões ambientais, através de capacitação e uma fiscalização mais eficiente no combate à degradação do meio ambiente. Expectativa é de que até o final deste ano, outros 20 municípios passem a contar com Codemas, e até julho de 2010, todos já tenham os seus Conselhos.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s