Imprensa não quer investigar a "lama" de outros senadores

O blogueiro Ricardo José Delgado [Noblat], do jornal O Globo, acusou o golpe, e já deixa transparecer através de seu blog que a oposição começa a “amarelar”. Quando senadores peemedebistas decidem denunciar ao conselho de ética senadores da oposição, qualquer jornalista vibraria com a expectativa de notícias e furos que estão por vir, no entanto o blogueiro do PIG, já desqualifica os denunciantes antes mesmo das denúncias acontecerem.
Em clara atividade jornalística com conotação político-partidária em proteção aos senadores demo-tucanos, já afirma que o PMDB, ao “espalhar a lama, todos (os senadores) se salvam”.
Ora, isso é uma confissão de que o PIG (imprensa corporativa) protege a corrupção demo-tucana, uma vez que se as denúncias ampliarem o foco para além de Sarney, admite que a própria imprensa fará acabar em pizza.
Se a imprensa NÃO SE CORROMPESSE e cobrisse as denúncias que o PMDB fizer com o mesmo ímpeto que fazem contra Sarney, não se salvaria ninguém. Agora se a imprensa “amarelar”, se CORROMPENDO igual no caso Renan, mudando de assunto, esquecendo Sarney para tirar o foco das mazelas do TODO o Senado, visando poupar os demais senadores demo-tucanos de desgastes ou cassação, aí a lama salva todos mesmo, como sempre tem acontecido no Senado.
Blogueiro recebe 24% a mais do que funcionário do Senado, por um trabalho de 1 hora por semana
O blogueiro recebe seu “mensalinho” do Senado (dentro da lei, calçado por contrato) de R$ 3.360,00 por mês para apresentação e produção de um programa por semana para a Rádio Senado com 1 hora de duração.
Clique aqui, aqui e aqui para ver os detalhes, se não acompanhou o caso.
O valor mensal é 24% mais alto do que ganha o funcionário do Senado, indicado por Sarney, cujo salário é R$ 2.700,00 por mês, para trabalhar no serviço médico.
Se compararmos o custo por hora de trabalho realizado, o valor da hora é R$ 15,34 para o funcionário inicado por Sarney, e R$ 840,00 para o blogueiro Noblat.

O Senado precisa de uma faxina moralizadora, com a eliminação dos cabides de emprego, e precisa que cargos técnicos, realmente necessários, sejam preenchidos por concurso público.
Mas também é preciso limpar “a lama” dos diversos “mensalinhos” pendurados no Senado, até em valores bem mais altos do que muitos empregos apadrinhados por senadores.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s