Caso CESU dorme em berço esplêndido

Nem CQC, nem Ratinho, nem Balança Minas, nem InterTV (que só passa oque Tadeu quer ver), muito menos a TV Pequi, que também faz parte da cota de Tadeu, via Marcos Maia – que virou até “conselheiro” da Fundação Genival Tourinho, montra as irregularidades do prefeito de Montes Claros, o ficha-suja Tadeu Leite, do PMDB.

Ele é investigado pela Justiça e responde a vários processos, mas continua ileso. Mesmo tendo sumido com dinheiro que deveria ter sido empregado na construção de uma escola, bem ao lado da atual sede da prefeitura, o CESU –Centro de Ensino Supletivo -, mas que hoje se resume a meia dúzia decolunas de ferro.

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais para dizer que trabalha, pune até quem participa de culto evangélico, como ocorreu com o ex-prefeito Athos Avelino, que foi julgado na primeira e segunda instância em menos de seis meses, perdendo os seus “direitos Políticos”. Mas quem deveria ser punido ele deixa o processo caducar. O caso CESU tramita no Tribunal de Justiça de Minas Gerais sob o número 1.0433.01.038756-4/0001, e chegou até bloquear os bens de Tadeu, para garantir o pagamento dos milhões de reais em prejuízos causados aos cofres públicos entre 1993 e 1998. Não custa lembrar que o caso CESU continua dormindo em sono profundo no Fórum de Montes Claros sem nenhuma decisão. Igualzinho o caso dos vereadores pombos-correio.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s