Mensalão tucano é que era "do bom"

O PTB oficial apoiará o candidato do PSDB à Presidência em 2010, seja ele o governador de São Paulo, José Serra, ou o de Minas Gerais, Aécio Neves. A decisão está tomada pelo presidente do partido Roberto Jefferson (segundo a revista Veja).
Jefferson ficou indignado com o governo Lula ter acabado com o “mensalão” que imperava nos governos anteriores.
O governo Lula cortou os suprimentos da corrupção, que sustentava a sobrevivência política de gente como Roberto Jefferson.
Ficou mais indignado porque o governo Lula “não controla” a Polícia Federal, e não está engavetando inquéritos.
Para políticos como Jefferson, do que adianta fazer parte da base governista, nomear para cargos, se não pode mais meter a mão no dinheiro público?
Como diz o presidente Lula: quem não quiser ser pego pela Polícia Federal, que ande na linha.
Agora Jefferson quer de volta os “bons tempos” (para ele) dos governos demo-tucanos. Sob FHC (e ainda hoje, nos governos estaduais de Serra, Aécio e Yeda) criminoso do colarinho branco “amigo” e políticos corruptos “amigos”, podiam meter a mão no dinheiro público e eram “aliviados” pela Polícia Federal. Além disso a imprensa abafava.
A decisão de Jefferson faz sentido para ele. É questão de sobrevivência para uma classe de políticos como ele, os esquemas de corrupção política terem imunidade perante uma Polícia Federal atucanada como era a de FHC, e como são as polícias civis estaduais de Serra, Aécio e Yeda.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s