Integrantes do MST ocupam sede do Incra

A invasão foi para pressionar o governo federal a acelerar os assentamentos da reforma agrária no Rio Grande do Sul Cerca de 400 agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam ontem a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Porto Alegre (RS).

Os sem-terra chegaram ao local por volta das 8h. A invasão é para pressionar o governo federal a acelerar os assentamentos da reforma agrária no Estado.
Eles cobram a assinatura da portaria federal que altera os índices de produtividade – medida que, segundo o MST, facilitaria desapropriações de áreas improdutivas para assentar 2.000 famílias que vivem em acampamentos no Estado.
Eles também pediram a retomada da negociação para a desapropriação de uma área para assentar 400 famílias no sul do Rio Grande do Sul.
Líderes do MST afirmaram que só deixaram o prédio se a exigência for atendida. Ontem não houve expediente no prédio, que, além do Incra, abriga também escritórios regionais dos ministérios da Agricultura, do Desenvolvimento Agrário e da Pesca.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s