Tadeu Leite usa Zilda Arns para aproximar de arcebispo

Depois de frustrada a empreitada que determinou ao secretário de Ação Social, Tancredo Macedo para conseguir uma audiência com o arcebispo Dom José Moura, numa comissão formada – segundo fonte do 3º andar, por Eurípedes, Marileia, Roberto Amaral, Marcos Maia, André Mori, João Ferro, dentre outros, o prefeito Tadeu Leite investiu na médica Zilda Arns Neumann – da Pastoral da Criança, para aproximar da igreja católica de Montes Claros, principalmente do arcebispo Dom José Moura, que defende abertamente que político ficha-suja seja banido da política, caso do prefeito de Montes Claros. E foi por isso que Tadeu Leite não conseguiu obter êxito na sua enganação com a Igreja, como ele costuma enganar muita gente.
Leia outras notícias nas páginas: Mundo, Brasil, Minas, Norte de Minas e Cidade
Veja alguns destaques:

Prefeitura patrocina Tadeuzinho
Montes Claros voltou mesmo à época da cidade sem lei. Talvez seja por causa do churrasco.
Obama tranquiliza G20 sobre reformas
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu neste sábado trabalhar junto com os demais líderes do G20, na semana que vem, na reforma dos mercados financeiros.

Chávez anuncia acordo com a China

Hugo Chávez anunciou que a China concordou em investir US$ 16 bilhões na exploração de petróleo na bacia do rio Orinoco

Tadeu Leite aparece com destaque juntamente com a mulher do deputado Sérgio Moraes por causa dos seus salários

Adiada cassação de Arruda
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais ( TJMG) adiou temporariamente a cassação do prefeito de Januária, Maurílio Arruda

Inauguração do Elefante Branco não intimida pombos-correio

O ginásio poliesportivo Tancredo Neves, que ficou conhecido como elefante branco, nunca foi inaugurado, mesmo tendo sido construído em 1988

Justiça quer decidir até dezembro futuro de servidores sem concurso

Depois de 24 anos, o maior trem da alegria da história do Senado pode ter um desfecho na Justiça. Enquanto isso… O trem da alegria UAI anda a todo vapor, com a anuência do Sindisemp, do governador e da ALMG

Audiência pública debate violência contra quilombolas em São João da Ponte

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s