Lula faz exames amanhã e volta ao trabalho segunda-feira

29/01/2010

O presidente Lula deverá passar por novos exames amanhã, em São Paulo, e voltar ao trabalho segunda-feira, informou ontem a assessoria da Presidência da República. Acometido de uma crise de hipertensão na noite de quarta, o presidente ficou hospitalizado até o início da manhã de ontem, quando viajou para São Paulo e de lá seguiu para sua casa em São Bernardo do Campo, onde descansa acompanhado por dona Marisa e os filhos Fábio, Sandro, Marcos e Luiz Cláudio e cumpre tratamento com diuréticos e antibiótico para combater uma gripe mal curada.
Examinado pelo médico da Presidência, Cleber Ferreira, no fim da tarde passada, o presidente passava bem e sua pressão arterial estava estabilizada em 11 x 8.
Segundo Ferreira, a crise hipertensiva pode ter sido provocada por estresse e cansaço.
“O presidente não é hipertenso. Este é um quadro esporádico”, disse Ferreira, que atribuiu a crise de hipertensão de Lula ao cansaço provocado pela agenda intensa, ao estresse físico causado pelas frequentes viagens dos últimos dias e a uma gripe de que o presidente estava se recuperando.
Médico particular de Lula, o cardiologista Roberto Kalil recepcionou seu paciente na chegada a São Paulo e anunciou que ele “vai fazer um check-up nem que seja amarrado pela orelha”.
De acordo com a ministra Dilma Rousseff, que passou a noite no Hospital Português de Recife, onde o presidente foi internado, Lula está bem, com a saúde normal, e retomará sua rotina no início da semana.
“A população brasileira pode ficar muito tranquila porque o presidente está bem, foi uma pequena crise hipertensiva. Na segunda feira, se não for um pouquinho antes, vai estar pronto andando por aí”, afirmou.
Dilma disse que Lula tem pressão constante e regular.
“O presidente se preocupou porque nunca teve essa pressão, ele não tem pressão alta”.
“RALI PARIS-DACAR”
A ministra atribuiu a crise hipertensiva de Lula à extensa agenda cumprida pelo presidente esta semana.
“É bom que o presidente esteja descansando, porque a nossa agenda está muito pesada”.
Lula começou a semana no Rio e retornou de madrugada a Brasília. No dia seguinte, viajou novamente para o Rio Grande do Sul. Retornou de madrugada e, ontem, deu início cedo às suas atividades –incluindo a viagem a Recife.
“E todos os dias nós ficamos levantando cedo. Tivemos uma agenda pesada em Recife”.
Dilma disse, porém, não ver necessidade de Lula reduzir o seu ritmo de trabalho. Ela sugeriu, apenas, que Lula intercalasse semanas de trabalho mais pesadas com outras mais leves.
”As agendas do presidente não são como a desta semana. Mas quem trabalha com ele sabe que é um esforço enorme. No passado, chamávamos de rali Paris-Dakar”, disse.
A ministra disse não acreditar que Lula vá intensificar o seu ritmo de trabalhos em ano eleitoral.
”Eu não acho que o presidente trabalha mais em ano eleitoral do que em ano não eleitoral. Mantemos um ritmo de agenda muito forte. É bom ele fazer uma avaliação de saúde. Mas não podemos dizer que o presidente está doente ou está mal.”
Advertisements
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s